Renovar CNH exigirá curso e prova

Na última semana, uma notícia deixou os motoristas bem irritados e apreensivos. É que de acordo acordo com resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a partir de junho deste ano, quem for renovar CNH (Carteira Nacional de Habilitação)  terá que passar por um curso teórico com exame para atualizarem os seus conhecimentos.

O curso de reciclagem será composto por dez aulas e, para que os motoristas possam renovar CNH, deverão obter um resultado favorável de, pelo menos, 70% da prova. O objetivo é que os motoristas recordem as principais leis de trânsito, normas de circulação e conduta, tenham conhecimento das sinalizações de tráfego e ordem de prevalência no trânsito. Além disso, as aulas darão noções de segurança e inspeção do veículo e vão revisar as infrações, penalidades e medidas administrativas.

As mudanças começam a valer no dia 6 de junho e serão aplicadas aos motoristas das categorias A (moto) e B (carro). Os cursos serão gratuitos e oferecidos pelos Detrans estaduais. As aulas terão duração de 50 minutos e poderão ser feitas presencialmente ou à distância. Neste caso, é preciso que o condutor conclua o curso em, no mínimo, cinco dias após a matrícula.

Já as provas, que terão que ser realizadas obrigatoriamente presencialmente e no prazo de uma hora, terão 30 questões de múltipla escolha, e só serão aplicadas caso os motoristas tenham participado de todas as aulas do curso. Caso os condutores não passarem na prova, poderão fazer um novo exame três dias depois de divulgado o resultado em busca de renovar CNH.

Dispensados do aperfeiçoamento de renovação CNH

Segundo o Contran, estarão dispensados do aperfeiçoamento apenas os motoristas que já tiverem passado por outros cursos especializados, como os voltados para veículos de emergência, transporte de passageiros e entrega de mercadorias.

A medida ainda será revista pelo Ministério das Cidades e pode ser revogada.

Fonte: Terra

Share This Post:

Nathália Emerick